Single Blog Title

This is a single blog caption

Ignorar emoções, não as faz desaparecer

Emotions

 

Um excerto de uma sessão …

Coachee – “Não disse a ninguém que estou a fazer Coaching.
Já notaram diferenças em mim, mas acho que não têm nada a ver com isso.

Coach – Como seria se partilhasse com alguém que está a fazer algo para melhorara a sua vida?

Coachee – A maioria das pessoas acham que sou capaz de resolver tudo sozinho.
Não quero ser visto como fraco… agora que o Coaching me está a fazer sentir fraco…

Coach- O que tem de mal em sentir-se fraco?

Coachee -O meu Pai sempre disse que a fraqueza não seria bem tolerada.
À medida que fui crescendo, sempre reagi com coragem ainda que me sentisse fraco.

Coach – O que sente quando alguém é fraco?

Coachee – Depende. Às vezes sinto compaixão, mas na maioria das vezes penso: Supera isso!

Coach – Quando foi a ultima vez que sentiu e demonstrou fraqueza?

Coachee – (Depois de pensar por alguns momentos).
Quando tinha 12 anos. Estávamos à beira do lago e as crianças começaram a pular em cima de um barco, começou ele. Quando foi a minha vez, eu congelei. Eu não poderia fazê-lo. Os meus amigos provocavam-me, e meu pai tinha um olhar de desprezo no rosto. Lembro-me bem de me falar sobre a importância de não ser fraco. Desde então, sempre que me sinto fraco, ignoro.

Coach – Que outras emoções pode ignorar?

Coachee – Ignoro a sensação de estar embaraçado, me sentir incompetente e sentir-me triste.
Porque é que alguém quer mostrar o seu lado vulnerável?

Coach – Porque será?

Coachee – Sempre as cataloguei como emoções de fraqueza, mas à medida que vou ficando mais velho, é difícil ignorá-las. Parece que estiveram fechadas numa caixa com cadeado e acabei de encontrar a chave.

Coach- É um grande metáfora. E se abrisse a caixa? Pode sempre voltar a fechá-la.
O que acha?

Coachee – Sou curioso. Suspeito que se ignorar as emoções negativas, não saberei dar valor às positivas. É como não saber o que é calor, até ter experimentado o frio.

Coach- E o que vai fazer com esta suspeita?

Coachee- Ignorar emoções é um hábito e quero muito quebrar este padrão. A primeira coisa a fazer é identificar quando me acontecer e abrandar… O meu objectivo é tornar-se mais consciente das minhas emoções e, em seguida, ver como eu reajo.

Coach – E agora como se sente?

Coachee – Animado e curioso para ver o que está dentro da caixa.
………
Deixo-lhe a si um desafio:
Perceba que efeitos têm as emoções em si e no seu corpo.
Use a imaginação e pense como seria se expressasse as emoções que guarda dentro de si?
Se achar que vale a pena deixe a imaginação e ponha em prática…abra a sua “caixa”!

Cristina Madeira,

Hotel Coach – Executive & Team Coach

icf logo