Single Blog Title

This is a single blog caption

Coaching Executivo em Hotelaria – A organização no meio

Different

Uma relação triangular…

Os últimos 5 anos trouxeram extrema turbulência social e económica. Tal deveu-se à revolução da informação através das novas tecnologias e o fácil acesso a qualquer notícia, à globalização dos mercados, à mudança nos padrões sociais e culturais da família, à consciência ecológica, à responsabilidade social, à customização do produto.

O impacto destas mudanças avassaladoras na vida de todos, reflectiu-se também na vida dos hotéis de forma considerável.

Hoje mais do que nunca os líderes das unidades hoteleiras questionam-se constantemente sobre a melhor e mais duradoura estratégia para serem diferentes, oferecerem algo único e que os distinga dos seus concorrentes.
A tarefa não é fácil. O produto, o conceito, a marca pode facilmente esgotar-se.
O que nunca se esgota são as inúmeras e infindáveis formas de o “oferecer”, comunicar.
Este é, e será sempre um negócio de pessoas para pessoas. E é na sua gestão eficaz que tudo se joga.

De que serve ter o melhor quarto da cidade, se quem o vende é o pior funcionário do mundo?

Neste triângulo, quem deve “comandar as operações” é o colaborador. As restantes pontas desta figura geométrica seguram o cliente e a organização ( Hotel).
Mas poderá o colaborador, por si só, atingir o estatuto de melhor funcionário da cidade?
Não sozinho. O papel dos Directores e das Chefias é fundamental neste caminho.

É urgente pensar noutro triângulo.
O Director/Líder, de um lado, a organização, no meio e na outra ponta o facilitador de maximização de performance e suporte na gestão de pessoas, o Coach Executivo.
É aqui que começa uma viagem só de ida. Nada será como antes.
Melhora substancialmente em comparação com o passado.

O Coaching Executivo
O processo inicia com uma reunião de exploração e clarificação entre as partes envolventes.
O Hotel, na pessoa do seu representante e o Director/Chefia (Coachee) definem em conjunto e de forma consensual a estratégia e objectivos a alcançar.

A organização no meio, o Hotel, é quem exige resultados.
Este processo, estritamente confidencial, baseia-se em sessões one to one de 1 hora a 1 hora e meia onde são tratados os temas da escolha do Coachee (Director/Chefia).

Os seis domínios deste processo dinâmico, flexível e sensível a todas as necessidades do Coachee ajudam-no a encontrar o foco mais apropriado ao desenvolvimento profissional centrado em competências de liderança e gestão.
São eles, a personalidade, o papel que desempenha, o ambiente de trabalho, as suas aspirações, as suas competências e vivências de vida.
As sessões são semanais podendo ter no máximo ( recomendável) um intervalo de 2 semanas.
O processo de acompanhamento, avaliação, feedback e motivação para a tarefa pode ter uma duração média entre 4 a 7 meses. Isto é, se bem se entende, o que define o processo de Coaching.
O papel do Coach é o de sugerir o espaço temporal, depois de feita a primeira reunião exploratória. Pode naturalmente sofrer oscilações, ajustes. Como referido anteriormente a flexibilidade é uma constante deste processo.
O compromisso do Coach é, em todo o processo, com o compromisso do seu Coachee.

O que esperar de um Coach Executivo neste compromisso partilhado?
• Suporte contínuo
• Confidencialidade
• Cumprimento do código de ética e conduta profissional
• Compreensão do que é pedido
• Confiança e Respeito, através da criação de um espaço seguro, um ambiente favorável
• Relação aberta e flexível
• Comunicação directa, clara
• Capacidade de escutar
• Colocação de perguntas que revelem informações necessárias para o máximo benefício do relacionamento de Coaching e do cliente;
• Facilitador de aprendizagem
• Desenvolvimento da consciencialização
• Definição de planos de acção em conjunto com o Coachee
• Planeamento e estabelecimento de objectivos
• Acompanhar o progresso e a auto-responsabilização

A pergunta julgo que já vos passou pela cabeça. Afinal o que diferencia o trabalho com um Executivo?…
…o artigo continua na próxima semana.

Cristina Madeira, Executive and Team Coach by

icf logo